• Nenhuma categoria

A história dos Correios

Os Correios iniciaram-se no Brasil em 25 de janeiro 1663 junto com a criação do Correio-Mor, e em dezembro de 1931 os Correios fez uma fusão com os telégrafos. A partir daí começaram a se modernizar, vindo a criar e disponibilizar serviços de alta qualidade no intuito de corresponder às expectativas de seus clientes.

Esse foi um grande passo, com essa fusão houveram grandes mudanças e melhorias no setor postal. Após algum tempo foram incluídos diferentes tipos de serviços na empresa como o telegrama, sedex, entre outros.

A história dos Correios caminha de mãos dadas com a história do progresso brasileiro, desde os tempos dos serviços de Correio-Mor, até o processo da municipalização dos serviços postais no Brasil e a modernização do modelo atual.

Nos primórdios da História dos Correios 

O primeiro registro de práticas dos Correios foi a carta enviada por Pedro Vaz de Caminha ao Rei de Portugal, relatando sobre a descoberta do Brasil. Mas apenas em 1663, que de fato iniciaram-se as primeiras atividades postais do Brasil.

Foi criado no período colonial e era chamado de Correio da Capitania do Rio de Janeiro, e tinha como finalidades facilitar as trocas de correspondências entre o Brasil e Portugal.

Com a Independência do Brasil, o serviço postal tornou-se um grande destaque e impusionou o desenvolvimento do País.

E como foi no inicio de tudo

A história dos Correios começou quando se tornou necessário um novo e moderno modelo de serviço postal, pois o setor produtivo do Brasil estava crescendo e não apresentava as caracteristicas para suprir as necessidades dos usuários.

Assim, no  dia 20 de março de 1969, nasceu a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), e junto veio uma grande mudança no modelo postal brasileiro.

Iniciou-se um ciclo de inovações, como a criação do Código de Endereçamento Postal (CEP), um novo centro de triagem eletrônica, um funcionamento dia e noite e novas agências foram inauguradas.

Nos anos seguintes, outros serviços foram anexados ao portfólio.

Mas só em 1977, os Correios se tornou independente financeiramente e informatizado, através dos novos modelos de gestão usados.

Um grande passo 

Em janeiro de 2001, os Correios conseguiu abranger em torno de  5.561 municípios brasileiros. Não há registros de que nenhuma outra instituição tenha tido essa grande abrangência.

Em 2002, criou-se a Ouvidoria dos Correios, importante avanço na sua relação com os clientes. Com as novas leis, agora os Correios podem exercer suas funções no exterior e através de serviços eletrônicos.

Proporcionando, estabelecer e firmar novas parcerias comerciais que valorizem o valor da sua marca e aumente a sua rede de atendimento.

Projetos socioambientais

Também na História dos Correios, está escrito sobre a sua participação em ações e programas socioambientais.

Os Correios incentivam e participam de projetos sociais e ambientais por meio de atividades esportivas como um meio de inclusão social, valorização e promoção da cidadania e preservação ambiental.

Listamos alguns dos seus projetos:

  • Papai Noel dos Correios
  • Concurso de Redação de Cartas
  • Centros Culturais dos Correios
  • Campanha “Correios contra Aids”
  • Ações sociais dos patrocínios esportivos
  • Patrocínio culturais
  • Combate à exploração sexual de crianças e adolescentes
  • Acessibilidade
  • Fomento à Educação e Cultura
  • Desenvolvimento Profissional/Inclusão no mercado de trabalho
  • Promoção à diversidade, equidade e combate à discriminação
  • Combate ao uso de drogas

Nos últimos anos…

Hoje, a empresa Correios é considerada como uma das instituições que transmitem maior credibilidade aos clientes no Brasil.

Sempre acompanhando o crescimento brasileiro, além de esta sempre buscando atender e agradar os seus clientes, e investindo em tecnologia para a melhoria dos seus serviços.

Uma nova história dos Correios vem sendo escrita, recheada de reformulações, flexibilidade, prontidade e inovações. O que proporciona uma maior produtividade, precisão, agilidade, qualidade e seguração nos serviços prestados ao destinatário e ao remetente.

Category: Sem categoria